quarta-feira, 13 de junho de 2012

Rio +20 - Conclusão insofismável!

Segue um trecho do comentário de André Trigueiro sobre a reunião "Rio +20" que, a meu ver, conclui toda a visão que se deve ter do problema, de forma simples e enfática:

Quando os interesses de curto prazo atropelam o instinto de sobrevivência coletivo, não há razão para megaeventos como a Rio+20. O mínimo que se pede daqueles que representam os interesses de cada país é que honrem a gigantesca expectativa que paira sobre eles neste momento. Perdemos o direito de errar, e o maior dos erros agora é se omitir. O custo de ajustarmos a economia global na direção de um modelo mais inclusivo e sustentável é infinitamente menor do que o custo da inação, de não agir, de replicar o “business as usual”.

Que se pense bastante a respeito e, mais, que se faça. E que cada um de nós não coloque a responsabilidade das próprias atitudes sobre os chefes de Estado, pois a obrigação é de todos e de cada um.

Fonte: http://g1.globo.com/platb/mundo-sustentavel/